01 January 2013

I'm Messy and I Know It :: Life is Messy Bootcamp 2013



Finalmente fez-se-me luz: em 2012 não concretizei metade dos meus projectos porque não tinha a secretária arrumada.

Sim, também nasceu um bebé em Fevereiro e tem sido muito difícil estar em casa sozinha com ele. Digam o que disserem, uma mãe/avó faz mesmo muita falta. Não é fácil criar uma criança em isolamento. Mas a desarrumação contribuiu — e muito — para me sentir constantemente esmagada e à beira de um ataque de nervos.

Sou uma pessoa organizada mas muito desarrumada. Não, isso não é um paradoxo: quando monto uma casa, destino um sítio para (quase) todos objectos. As fitas são arrumadas por cores, os talheres todos alinhados nos seus compartimentos, as camisolas de gola alta numa pilha, as de meia-estação noutra. E essas coisas até consigo manter no sítio. Mas o correio, as revistas, os catálogos, os projectos de costura por acabar, os discos e CDs, os papéis, cadernos e notas soltas... nisso sou um desastre.

E agora estamos a viver num motel. Com um bebé. Sem espaço para desfazer as malas. Com um frigorífico minúsculo. Sem sítio para pensar, arrumar ideias e definir estratégias.

Por tudo isto, quer-me cá parecer que a minha única resolução para 2013 é esforçar-me por ser mais arrumada. Tenho muitos desejos para o ano novo, claro — nos quais se incluem encontrar uma casa gira e criar finalmente um site a sério —, mas acho que, se conseguir ter uma secretária limpa, tudo será mais fácil.

Lembram-se do meu entusiasmo em Janeiro passado com o Life is Messy Bootcamp? Pois não é que não o consegui acabar?... Entre fraldas, leites e comidas de bebé, viagens a Portugal, visitas de família e uma mudança de continente (e trabalho, há que não esquecer esse pequeno pormenor), não consegui fazer o curso todo. Felizmente a Mayi abriu uma nova edição do curso para 2013 e eu já estou inscrita!

A sério, vale a pena ver o vídeo de apresentação. Ri-me às gargalhadas e tive vontade de começar o curso naquele preciso momento. Como é que se consegue resistir à Mayi? Só ela para conseguir conjugar empreendedorismo, organização e sucesso pessoal com pura diversão!

Haverá maneira melhor de começar o ano do que investindo em nós próprios?

Querem juntar-se a mim?


A few days ago I had a light bulb moment: in 2012 I didn't finish half of my projects because my desk was messy.

Yes, I know, a baby was born in February and it's been hard to be alone with him all day. No matter what people say, a mother/grandmother is invaluable during these times. It isn't easy to raise up a child in isolation. The the overall mess has contributed greatly to me feeling overwhelmed and on the verge of a nervous breakdown.

You see, I'm very organised but also very messy. No, that's not a paradox: when I set up house I find a place for (almost) every object. My ribbons are colour-coordinated, forks, knives and spoons are nicely aligned in their own compartments, the polo neck jumpers are folded neatly in a pile, the mid-season cardigans in another. And those things I can actually keep tidy. It's the everyday stuff that kills me: the letters, magazines, catalogues, the unfinished sewing projects, the records and the CDs, the paperwork, the notebooks and all those little pieces of paper with to-do lists... I'm a disaster in that field.

And now we're living in a motel. With a baby. Without any space to unpack. With a tiny fridge. With no place to think, sort out my thoughts and define strategies.

For all of these reasons, I think that my single goal for 2013 is to seriously make an effort to be tidy (tidier). I have many wishes for the new year, of course — a nice house and a proper website come to mind — but I reckon that if I maintain a tidy desk, it'll be much easier to make other things happen.

Do you remember how excited I was a year ago with Life is Messy Bootcamp? Well, can you believe that I didn't finish it?... Amongst nappies, baby milk and baby food, trips to Portugal, visits from family and a major relocation (and work, let's not forget that), I couldn't manage to complete the course. Fortunately Mayi has launched a 2013 edition and I'm already enrolled!

Seriously, have you watched the introductory video? I was laughing out loud and wishing I could start taking the course that very minute. How can you possibly resist Mayi? She has such an engaging way of connecting entrepreneurship, organisation and personal success with pure, sheer fun! 

Is there a better way to start the year than investing in yourself?

Will you join me? 




(photos: Tiago Cabral; illustration: Mayi Carles)

22 comments:

chadebergamota said...

Verdade, uma mãe/avó dá muito jeito. Eu tenho a minha mãe por perto e há dias em que simplesmente não sei como faria sem ela!

Também precisava tanto de me organizar... vou espreitar a tua sugestão.

Feliz 2013!!!

Baú de Sonhos said...

Pensei que fosse só comigo que acontecia estas coisas... mas é bom saber que não sou a única! Feliz 2013 e que nós possamos dar conta do recado!
Um abraço, Simone Sant'Anna

António Manuel - Tómanel said...

Neste primeiro dia do ano de 2013, fiz gosto em visitar a sua página e aqui deixar-lhe uma mensagem de esperança e ao mesmo tempo dizer-lhe que, com regularidade, passarei por aqui ao longo do ano.
Um abraço cá deste "nosso" Algarve - Portugal.

Maria João said...

Tudo de bom para si e muita paz de espírito. A arrumação mental é mais eficaz que a outra. Um beijinho grande.

Luisa Alexandra said...

Um Feliz Ano Novo!

Miú Primeira said...

Boa noite Constança! Ha ja algum tempo que descobri o seu blog e o vou seguindo. Identifico-me consigo no aspecto do gosto enorme por tudo o que e trabalho de maos.
Iniciei agora um novo projecto e convido-a a visitar-me.
Um bom ano para si, para o pequenino R. e marido. Uma boa estadia na NZ.
http://coelhinhopompom.blogspot.pt/

Madeleine said...

Concha, dear, Happy New Year! Please don't be so hard on yourself. You're living in a hotel, out of a suitcase, and with a baby who is not a year old and very active. Have fun with the course. But remember, you are a talented and creative person so perfectly tidy and organized are probably not good things (think Martha Stewart!).

Cv Love said...

Bom ano Concha!
SAcredito que este ano te consigas organizar muito melhor!
Tudo de bom!

Filipa Oliveira said...

Se percebo! Parece que fui eu a escrever isto!! :) Tudo de Bom e que seja este o ano! Beijinhos

Vchapéus said...

Como este post me deixou aliviada!!! Não só na desarrumação como na organização! Arrumo o roupeiro por tecidos e cores e chamavam-me alucinada! Sendo assim não me sinto tão só nas minhas contradições! Paciência e calma nesta fase e a casa especial aparece num abrir e fechar de olhos!

coldcomfortcrafts said...

Ah yes... child rearing is definitely a joint, familial effort and when your own mother is far away, it is not easy! Look up 'grandmother hypothesis'
Best wishes for 2013

Marta said...

ao ver o comportamento das minhas duas filhas pequenas cheguei à conclusão que ser arrumada ou desarumada nasce conosco. como o jeito para o desenho ou para a música. uma é naturalmente desarumada e a outra é toda arrumadinha.
será esta uma boa desculpa para a minha desarumação crónica?
boa sorte!



sara (moshimoshiii) said...

Feliz Ano Novo Constança!
Identifiquei-me com o teu post! Eu também sou organizada mas muito desarrumada (estou a pensar em "pilhas de papel temáticas"). Não vou seguir o curso da Mayi porque me pareceu organizado demais (assustou-me um bocado)!
Uma receita que vou seguir para lidar c a minha desarrumação + cabeça sempre a mil vai ser: simplificar! menos coisas e compromissos, mais tempo.

E concordo com a Madeleine: take it easy on yourself. Estes primeiros tempos aí na NZ vão/estão a ser exigentes, dá-te tempo e paz de espírito.

BOM ANO KIWI!

O Sonho d@ Bubulet@ said...

Um excelente ano novo cheio de concretizações pessoais e muitos sorrisos.

Pintoreska said...

Olá! Uma vez mais revejo-me no seu post!! Pelas manuladiades, pela organização/desarrumação (lol), por ser uma recente mãe, pelo stress maternal a que se refere... Longe da minha mãe, um pai pouco presente devido à profissão...dei comigo a subir paredes, montanhas, este mundo e o outro com um turbilão de nervos às costas! Uma depressão a querer entrar a todo o custo... Ao longo destes 18 meses do Vasco aprecebo-me que não há mães perfeitas, "fadas do lar", blá blá blá!!! Acho que o truque é deixar de ser tão exigente! Todos os dias adormeço a pensar "amanhã é outro dia!" Bom 2013 Constança!

Joana A said...

Quando estiver a sentir que não é capaz de fazer nada, por favor, leia o seu próprio post de 31 de Dezembro. Isto é, o anterior. Como é que é possível fazer tanta coisa e tão gira? Felicidades no novo poiso.

Anonymous said...

Concha
Aproveite enquanto estiver vivendo como turista para viver como turista! Va praia e museus...
E comece a pesquisar um local para morar...Saia para passear com seu bebe, procure parques (onde outras maes estarao com outros bebes), e comece a perguntar sobre escolinhas, babysitters, pediatra...
Uma dica e escolher o lugar que va morar pensando na crianca, visite a escola, quais sao as opcoes de lazer para as criancas?
Nao encare criar filho sem avo junto como dificil, mas como diferente.
Ja tinha descoberto seu blog por acaso, e este Natal comprei um kit de enfeites de feltro, que por surpresa tinha um livro e (coincidencia!) nesse livro tinha um capitulo sobre voce.

Boa sorte e Feliz 2013!

Tess

30anoseumblogue said...

Espreita http://30anoseumblogue.blogspot.pt/2013/01/e-tu-ja-comeste-sopa-hoje.html acho que vais gostar. Quando puderes vê o teu email. Enviei esta semana... e começa a pensar no avental que tanta falta tem feito à M ;) Beijinho grande.

Anonymous said...

Bom dia Constança!!

Depois de uns dias em casa ,cheios de planos para arrumações disto e daquilo, principalmente dessas pequenas coisas que tanto nos atrapalham o dia-a-dia, dou por mim, a fazer pão e Bolo-Rei. Seguramente, mais de metade dos planos ficam em suspenso até à Páscoa e, já numa fase de meia frustração, aproveito para desfrutar o domingo que ainda tenho.

Mudar de casa não deve ser fácil, quanto mais mudar de continente, com o pequeno Rodrigo numa fase tão exigente!

Mas a vida é um mar de surpresas e oportunidades. Aproveita o teu bom gosto, a tua capacidade de colocar beleza nas mais pequenas coisas e prepara uma organização em grande, para a casa nova. Para que os retalhos tenham exactamente um lugar, tal como o tem uma caneca.

Bons planos e boa sorte para o novo ano!!

Beijos, minha querida !

Sandra Serra

mundo ao contrario said...

Querida Constança
E muito giro ver como, tal como eu, imensas pessoas se identificam consigo e conseguem rever-se nas suas partilhas. Sei que tenho em si um grande exemplo e que a cada vez que a acompanho ganho outro animo para fazer coisas e inventar novos projectos. O de este ano vai ser um grande projecto, o de ser mãe, e de conseguir, tal como a Constança, conjugar isso com tudo o resto. Acredite que vou visitá-la no blog muitas vezes para ganhar coragem e nao me esquecer de que se há super mulheres como a Constança ou a minha mae que conseguem, tambem eu vou ser capaz!
Um excelente ano para si e para a sua família.
Beijinhos
Mafalda

Patrícia Lencastre said...

Constança fiquei cheia de vontade de fazer este "curso"!!

www.shotstoryoflifeandstyle.com

Miss Candee said...

Perceber que não sou a única é um alívio. E por isso o meu muito obrigada por partilhar connosco as suas aventuras, sentimentos, preocupações e alegrias!

Refiro-me à organização desarrumada.
Também sou extremamente organizada (roupas ordenadas nas gavetas, talheres alinhados e cada coisa no seu lugar) e sinto que só consigo pensar/produzir com tudo assim, no sítio, limpinho.

Para este ano, sem dúvida a organização da secretária é também para mim, uma prioridade!

Gostava muito de me inscrever no Bootcamp da Mayi, mas parece-me que este ano está mais caro!!!

Feliz 2013 e espero que consiga encontrar uma casa linda para morar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...