30 January 2014

Dia-a-Dia :: Everyday Life








Confesso que não sou daquelas mães com imensas ideias para actividades originais e ultra-didácticas para as crianças. Mas gosto de envolver o Rodrigo nas tarefas do dia-a-dia: fazer pão e bolos, tirar a loiça da máquina, regar o jardim, arrancar papel de parede... 

Claro que há imprevistos (como, por exemplo, quando ele arranca uma planta ou lambe a tarteira acabada de untar), fica sempre tudo caótico e as operações levam o dobro do tempo. Mas para mim isto é que faz sentido! Não há receitas perfeitas para criar os filhos e, no meu caso, quanto mais o Rodrigo cresce, mais fácil (e giro) o dia-a-dia se torna. Veremos como será com um bebé à mistura!


I confess I'm not one of those mothers that are always producing lots of original and super didactic activities for their children. But I like involving Rodrigo in daily chores: making bread and cakes, unloading the dishwasher, watering the garden, ripping out wallpaper...

Of course this creates chaos, he'll often do unpredictable things (like pulling out a plant or licking a buttered pie dish) and tasks will take much longer to complete. But it makes sense to me! There are no perfect recipes for parenting and, in my case, it's getting easier (and more fun) the more he grows up. Let's see how things will work out with a baby on top of all this!

(photos© Constança Cabral)

15 comments:

Leila da Silveira said...

Oi Costança!
Primeiramente parbéns belo bebe,que tenha muita saúde!!
Também faço muitas coisas com as minhas pequenas (duas). Penso que, é importante te-las envolvidas com atividades da casa, a maiorzinha me ajuda muito com artesanato e ja faz croche e tricot!
Seu Rodrigo tá lindo!!! bjos

Ligia Seabra said...

Com um bébé à mistura? Isso são excelentes notícias. As fotos estão maravilhosas e o Rodrigo, um amor. Quanto ás actividades lúdicas, serão essas as mais importantes, que lhe ensinarão coisas importantes e que o Rodrigo irá lembrar concerteza.

xxx

lansucci said...

rsrsrs...ele lambendo a torteira está o máximo! que graça!
Esta tua atitude é impagável. Para sempre ele terá boas lembranças do convívio contigo. Eu me lembro de ajudar a minha mãe a estender roupas na grama para tomarem sol :D
As fotos o ajudarão a lembrar-se. Isso sim é vida feliz! Bjo pra vocês.

Milk Woman said...

Acho que é mesmo por aí. Cá em casa, com o nosso Rodrigo, foi assim mesmo. Hoje, aos 11 anos já sabe que não sai de casa sem fazer a sua cama e levanta o seu lugar (se não a mesa toda, se lhe pedirem) no fim da refeição. Por aqui também não somos supercalifragilistic nas actividades das crianças, mas envlve-las nas actividades do dia a dia tem o seu retorno e não nos podemos queixar dos resultados!

Dora Ramalho said...

:) é sempre caótico com crianças à mistura... mas por isso também é que se torna especial :)

Beijos

http://aderiablogosfera.blogspot.pt/ said...

Olá, julgo que é a 1ª vez que comento o seu blog... Parabéns pelo novo rebento e parabéns pelo blog! Também tenho dois filhotes, com apenas 21 meses de diferença de idades,há momentos em que é uma loucura!! Quando estava grávida 2ª vez, as pessoas diziam "dois não é igual a 1+1" eu e a minha cara metade ficávamos meio intrigados. Agora já compreendemos essa questão matemática, é 1+1, mais a interação entre eles. Por exemplo, dar um simples copo de água, não é apenas dar dois copos de água, além disso teremos que decidir quem bebe primeiro, quem bebe naquele copo (que os dois querem entre muitos), separar o empurrão, acalmar a birra... Enfim, o que tem de caótico tem de bom. E é lindo ver a cunplicidade entre irmãos (quando forem mais crescidos não sei se iremos gostar tanto...) Beijinhos

Helena C. said...

Cá em casa também é assim! A Constança (21 meses) participa em todas as tarefas da família. Ajuda a tirar a loiça da máquina, a estender a roupa, a dobrar a roupa, a arrumar a casa! Claro que na prática atrapalha mais do que ajuda, mas para mim faz sentido que ela esteja integrada nas tarefas desde pequenina.
Muitos parabéns pelo bebé que vem a caminho!

carla capricho said...

Vai ser melhor ainda , claro que vai haver a fase de adaptação , mas depois vais aproveitar , vais ver :)

Marcia R said...

Honestly, those are the best moments. I included all three of my children in my cooking, and they have all grown up to be confident cooks.

D. said...

Essas são, penso eu, as melhores actividades que se podem dar às nossas crianças.
Lindas fotos

Anonymous said...

ESSES SSSSSS! Eu quero um SSSSSS :)

Beijinho, T

Paulina ao Piano said...

Sou adepta do ' para onde vou, vão os meus filhos' e sempre cozinharam, cozinhar é uma experiência multisensorial e criativa. O mais novo é mesmo um chef, e tem preferências muito gourmet. Tentámos sempre dar-lhes paladares do mundo, desde pequenos, para não serem esquisitinhos!!
Agora, o que queria mesmo era ir aí à Nova Zelândia e apanhar esse sol. Quero o SOL. Está frio demais aqui.
:)
Felicidades!

Mal said...

You need to do the tasks anyway, so it seems good that he learns alongside you. He looks so sweet, making his cakes!

Best wishes from the rainy country. M x

Edien said...

Vai ser diferente, por vezes um bocado mais complicado, mas tão gratificante...acredite! Beijinhos

Ana Burmester Baptista said...

Caramba, pela primeir avez vejo alguém a chamar as coisas elos nomes. admito que haja imensa literatura e teorias sobre educar os miúdos mas envolvê-los no dia a dia e fazê-los participar em tudo - desde que adequado à idade, claro - só os ajuda a eles e a nós Pais cansados em imaginação para mega tarefas super giras com os miúdos!! (sim também faço parte do clube. E lamber tarteiras, cá em casa chama-se lamber a manteigueira!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...